Como administrar seu tempo em uma prova de vestibular

Administrar o tempo durante a prova é essencial para obter um bom desempenho

relógio e lápis em cima de uma prova de vestibular

Durante o período de preparação para o vestibular os estudantes descobrem que precisam aprender a gerenciar seu tempo se quiserem obter um bom desempenho e serem aprovados em uma boa faculdade.  Muitos consideram essa tarefa como fácil, mas não é bem o que ocorre na prática. Com o nervosismo, natural do momento, a administração do tempo de prova pode se tornar uma armadilha. Trazemos aqui algumas das principais dicas para que esse não seja um problema na hora de sua prova, confira:

1. Estude sem ajuda de calculadora

Isso fará com que você esteja mais acostumado e veloz ao fazer as contas de cabeça. Pessoas com o hábito de estudar com calculadoras devem demorar mais para fazer os exercícios. Confira aqui alguns malefícios do uso exagerado de calculadoras.

2. Comece pelas questões mais fáceis

No vestibular, as questões fáceis e difíceis valem o mesmo número de pontos. Portanto, priorize sempre as mais fáceis e acumule um maior número de pontos. Ao final, quanto menos questões em branco conseguir deixar, melhor.

3. Pule questões demoradas

Pelo mesmo motivo da dica anterior. Não perca tempo com questões que achar difícil e demoradas. Você correrá o risco de gastar um tempo considerável na questão e ainda errá-la. Priorize as questões mais simples.

4. Controle seu nervosismo

Ficar nervoso na hora da prova de vestibular é natural. No entanto, é essencial que seu nervosismo/ansiedade esteja controlado. Pessoas nervosas não conseguem administrar o tempo de maneira eficiente. Confira aqui algumas dicas para controlar seu nervosismo em provas.

5. Confira um vídeo específico de como administrar seu tempo no ENEM

Nesse artigo,

você aprendeu algumas das principais dicas para conseguir gerenciar seu tempo durante o vestibular e não deixar com que seu nervosismo atrapalhe esse controle. Fique por dentro de nossa página e até a próxima! Confira nossos outros artigos sobre o tema.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *